sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Proibido tropeçar

Neste sábado, pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Vasco recebe o Figueirense em São Januário, às 18h30. Na 4ª colocação, com 44 pontos, o Gigante da Colina tenta se manter no grupo dos times que se classificam para a Libertadores. Inconstante nas últimas rodadas, o cruzmaltino vem assistindo a uma perigosa aproximação de São Paulo, Botafogo e Internacional. Já o time catarinense, com 22 pontos, luta desesperadamente contra o rebaixamento.

Da ótima campanha do início do campeonato, nada sobrou. Nem mesmo a ótima pontuação que vinha nos mantendo com folga no G4. A realidade hoje é bem diferente e agora temos 12 rodadas para garantir uma sofrida quarta colocação. A batalha deste fim de semana é a primeira em que não podemos vacilar. Afinal, pela primeira vez a distância para o 5º colocado é menor que três pontos, o que pode nos tirar a posição imediatamente.
Será a primeira partida de Marcelo Oliveira em São Januário e o treinador optou por uma escalação bastante alternativa. Na lateral-direita colocou Luan improvisado, já que Jonas está suspenso. A estratégia lembra a adotada na derrota para o Bahia, que terminou com a demissão de Cristóvão Borges. A diferença é que agora usamos um zagueiro na direita, quando daquela vez foi na esquerda.
No meio, Nílton retorna e a criação novamente ficará a cargo de Juninho e Felipe. A opção, que já se mostrou errada diversas vezes, parece uma oportunidade de jogar para a torcida, que sempre cobrava isso do treinador anterior. Os treinos da semana mostraram que o time terá como foco atacar pelo lado esquerdo, apostando em Thiago Feltri, que retorna ao onze titular.
O adversário, mesmo jogando fora de casa, precisa da vitória a qualquer custo. Destaque para a dupla de ataque formada por Caio e Aloísio, que juntos já fizeram 17 gols. No banco, Loco Abreu, grande rival dos tempos de Botafogo.

Para alcançar a necessária vitória, o Vasco precisará quebrar um tabu. Há seis jogos não vencemos o Figueira em jogos da Série A, seja no Rio ou em Floripa. No jogo do primeiro turno, empate em 1x1, com gol de Diego Souza. Em 2008, os dois times foram rebaixados abraçados, com o alvinegro catarinense vencendo o jogo no Rio por 4x2.
Com ou sem tabu, não pode sequer passar pela cabeça dos jogadores a hipótese de empatar. Se para a imprensa o discurso é de ainda brigar pelo título, perder qualquer ponto em casa, contra um adversáro inferior, pode significar o adeus a qualquer sonho nesta temporada.
Força Vascão!
Charge: Beto_Gomes
Sds vascaínas a todos!

Nenhum comentário: