sexta-feira, 7 de maio de 2010

O começo da longa jornada

Neste fim de semana tem início o Campeonato Brasileiro de 2010. A maior competição de clubes do país tem 20 clubes, que se enfrentam em turno e returno, em um total de 38 rodadas. O Brasileirão distribui quatro vagas para a Libertadores, além de rebaixar seus últimos quatro colocados. Após o título da Série B do ano passado, o Vasco volta a disputar o campeonato, do qual já foi campeão em 4 oportunidades (1974, 89, 97 e 2000).
Após o acesso, havia por parte da torcida, grande expectativa pelo desempenho do Gigante da Colina na competição. Esperava-se que o Clube se organizasse de forma a poder disputar lugares de cima na tabela. Porém, o desempenho no Estadual e Copa do Brasil, minou parte dessa confiança e hoje a torcida está mais desconfiada do que nunca.
Como os últimos anos vêm provando, é preciso um bom elenco para se brigar por algo bom no campeonato. E apesar de algumas boas atuações na temporada, o Vasco não mostrou um elenco forte, que pudesse cobrir corretamente as ausências que certamente ocorrerão. Na verdade, os dois treinadores que passaram pela Colina sequer deram um padrão tático ao time. Particularmente, vejo o Vasco com um time médio, mas com um elenco fraco.
A competição desse ano tem uma particularidade. Após a sétima rodada, o torneio pára por um mês, visando a Copa do Mundo. Até o Mundial o Vasco joga os seguintes jogos: Atlético-MG (F), Palmeiras (C), Avaí (F), Inter (C), Botafogo (F), Guarani (C) e Santos (F). Nada fácil, como podemos ver. É fundamental que o Vasco chege nessa pausa em uma boa posição para trabalhar com calma, visando posições melhores após o retorno.
Na montagem da tabela desse ano, a CBF colocou vários jogos entre time grandes e coube ao Vasco enfrentar o Atlético-MG, uma semana após o time mineiro conquistar o campeonato estadual. Pelo desempenho do início da temporada, o Galo se apresenta como um dos principais postulantes ao título e vaga na Libertadores. Ou seja. Logo na estréia o Vasco tem um dos jogos mais difíceis de todo campeonato.
E para complicar, já começamos com um grande desfalque. Carlos Alberto ficará em tratamento por 10 dias e será substituído por Dodô. Assim, a escalação cruzmaltina deve ter: Fernando Prass, Elder Granja, Dedé, Martinelli, Ramon; Nilton, Souza, Magno e Coutinho; Dodô e Élton.
Sorte e competência ao Gigante da Colina nesse primeiro jogo e em toda a competição.
.
E com o desempenho insatisfatório nos primeiros meses de 2010, coube a diretoria correr atrás de reforços para que o time não passe sufoco no Brasileirão. O primeiro a chegar foi Nunes, atacante do Santo André. Ele recebeu a camisa 28 e vem para brigar por posição com Élton.
O próximo a chegar deve ser o meia-atacante Zé Roberto, do Schalke 04. Ele apenas aguarda a liberação do time alemão para se apresentar em São Januário. Entretanto ele apenas poderá atuar em agosto, devido à janela de transferências internacionais.
A diretoria ainda busca um ou dois zagueiros, além de um jogador de meio-campo. Cesinha, Avendaño e Branquinho são hoje os nomes mais fortes.
Fato é que, independente dos nomes, é sempre muito ruim ficar montando o time durante o campeonato. Apesar de que, com a parada para a Copa, tal desorganização pode ter seu peso reduzido nessa temporada.
.
Sds vascaínas a todos!

3 comentários:

Gremista Fanático disse...

Não foi um bom começo cara e vejo que o Vasco com urgência precisa contratar um xerifão pra zaga. Enfim aguardo a analise do jogo. abraço.

Saudações do Gremista Fanático

Patrick Araújo disse...

Fala Diego. Tudo bem?

Quero dividir minha alegria pela produção acadêmica e pela participação no Congresso com você!

Porque, querendo ou não, o blog Publicidade Esportiva me incentiva cada vez mais a ler e escrever. E sem você leitor, isso não teria sentido e talvez nem possível.

Muito obrigado!

Espero sua visita, ótima semana e aquele abraço.

Fut Números disse...

Caro, temos um blog de Futebol com ênfase em estatísticas. Podemos trocar links como favoritos?

Abraços!
http://futnumeros.blogspot.com/