segunda-feira, 8 de março de 2010

Dever cumprido, mas sem o algo a mais

Pela terceira rodada da Taça Rio, o Vasco venceu o Boavista por 1x0 em São Januário. O gol da vitória foi marcado pelo capitão Carlos Alberto, cobrando pênalti que ele mesmo sofreu. Com o resultado, o time se isolou na liderança do grupo B da Taça Rio com 9 pontos. O próximo jogo será no domingo, no grande clássico contra o Chatuba FC no Maracanã.
Nesses três primeiros jogos da Taça Rio, o Vasco parece aquele funcionário desmotivado na empresa. Chega, bate o ponto, faz o seu basicão e vai embora, cumprindo seu horário. Falta aquela gana, aquele desejo de fazer algo a mais. Menos mal, que os resultados estão vindo e o time caminha bem para a classificação. Porém, a impressão que tenho é que o grupo precisa de um fato motivador para apresentar um melhor futebol.
E o fato novo pode ser o clássico da semana que vem. Com todo o interesse da mídia e da torcida, os jogadores tendem a encontrar a motivação que anda tão em falta nos últimos jogos.
Neste domingo, ao contrário do jogo contra o Bangu, a defesa não deu muitos sustos. Fernando Prass trabalhou pouco e o lance mais perigoso do adversário foi um chute de muito longe que acertou o travessão. Fora isso, os maiores sustos foram pelo lado esquerdo da defesa, onde Gian centrava demais, e Philippe Coutinho recuava pra pegar o Cabeção Ruy.
E se a defesa foi relativamente, dessa vez o ataque deixou a desejar. Não dá pra entender como um time com Carlos Alberto e Coutinho no meio não consiga criar nada contra o Boavista.
Negativa também foi a atuação de nossos atacantes, figuras decorativas em campo. Dodô e Élton pouco pegaram na bola e irritaram a torcida. Rafael Coelho teve pouco tempo em campo e nada mostrou.
Que venha logo o clássico contra o time da Chatuba e que nossos jogadores se preparem para um jogo que realmente vale alguma coisa.
.
Sds vascaínas a todos!

5 comentários:

Gremista Fanático disse...

Fala Diego, ontem eu assisti ao jogo do Vasco cara, e vi as dificuldades do time, mas isso é só questão de ajeitar as coisas, talvez mais entrosamento, acho que um time com Carlos Alberto e Coutinho tem e deve render muito mais, abraço.

Saudações do Gremista Fanático

Leonardo Kope disse...

Adiciona o meu novo blog :
www.futebolenoticas.blogspot.com
antes era sobreofutebolcarioca

eu ja adicionei o seu blog na minha lista de blog.

abraços

Débora Bravo disse...

Olá, Diego. É a primeira vez que venho aqui, estou procurando bons blogs que falem sobre os times cariocas. ;) Sigo alguns do Flamengo, Fluminense, Botafogo e estou a procura dos blogs Vascaínos. Quanto ao texto sobre o último jogo do Vasco tenho que concordar com você no seu último parágrafo! De todos os jogos que assisti vi o Philippe Coutinho jogando muito bem, o que acontece com ele em alguns jogos? Nesse fim de semana o Vasco terá a chance de mostrar que realmente está pronto para fazer um bom Brasileirão. Vamos esperar. ;)

Claudio Henrique disse...

Acho que o Vasco tem grandes chances de disputar bem a Taça Rio. A vitória sobre o Boavista serviu para saber em quais setores o time está bem e qual tem arrumar.

Abraços

Carlos Gregorio Junior disse...

Fala Diego, dá para entender sim amigo porque um time com Carlos Alberto e Coutinho nao consiga criar jogadas. Primeiro, o treinador inventa de por o COutinho como Lateral-esquerdo, deixando o garoto preso na marcação. Segundo, o Carlos Alberto corre, corre e corre, mas não tem para quem passar bola. Aonde está o DODÔ? Onde está o Élton? Onde estão nossos laterais?

A meu ver nosso maior problema são as laterais e as invenções que o Mancini inventa. O Cara que poe o Coutinho de ala só pode ser maluco.

Abraços