terça-feira, 23 de março de 2010

Eles ficam

Em meio à fase ruim dentro de campo, a torcida do Vasco teve uma grande notícia nesta segunda-feira. Philippe Coutinho foi liberado pela Inter de Milão para permanecer em São Januário até o fim do ano. De quebra, outra boa notícia surgiu hoje, ainda não confirmada. O Vasco teria adquirido Carlos Alberto em definitivo, junto ao Werder Bremem. Vale lembrar que estes são os dois melhores jogadores de linha do grupo e tinham saída prevista para o meio do ano, desfalcando assim o time por quase todo o Campeonato Brasileiro.
O caso de Coutinho já é de conhecimento da galera. Ele foi vendido aos 16 anos por míseros R$ 10 milhões e tinha apresentação marcada para quando completasse 18 anos, o que ocorrerá no meio desse ano. Guardado como jóia, o camisa 30 explodiu nessa temporada, se tornando o mais importante jogador da equipe. A imprensa italiana passou a cobrir com atenção suas atuações e tudo levava a crer que ele iria mesmo cruzar o Oceano para a temporada 2010/11.
Cabia ao Vasco tentar a prorrogação da estadia de sua maior revelação dos últimos tempos, mas confesso que não acreditava. Os times europeus, mesmo que não façam o aproveitamento imediato, tendem a emprestar o jogador para times menores, visando a experiência em gramados europeus.
Seria quase impossível Coutinho jogar logo no elenco nerazurro, que tem grandes jogadores como Sneijder, Balotelli, Eto’o, Milito, Pandev, todos de meio pra frente. Possivelmente o destino dele na Europa seria um Parma ou Chievo da vida, onde apanharia uma barbaridade.
Para Vasco e Coutinho, o negócio acabou sendo muito bom. O jogador poderá amadurecer mais, diminuir suas oscilações e chegar à Inter em melhores condições de se destacar. Além disso, haverá uma renovação na seleção após a Copa e jogando no Brasil, ele estará em evidência, podendo vestir já a amarelinha, visando a Copa de 2014.
Para o Clube então, esse negócio foi excepcional. Coutinho é jovem, não tem histórico de lesão, disciplinado e só tem a crescer. É um jogador extraordinário, de nível internacional, mas sem estar em fim de carreira. A cada jogo, seu rendimento subirá e o Vasco só tem a ganhar com isso.
Além do mais, conseguimos a parte mais difícil da negociação. O mercado europeu se agita de verdade no meio do ano. Já em janeiro, as equipes fazem apenas ajustes pontuais. Caso a Inter esteja bem, não será muito difícil mantê-lo até meados de 2011, quando naturalmente estará jogando ainda melhor.
Quanto a Carlos Alberto, prefiro aguardar um pouco mais, já que apenas um veículo noticiou a tal aquisição em definitivo. Porém, caso ela venha se concretizar é outro grande ganho.
Além do inegável talento do camisa 19, ele é um ídolo para a torcida, além de ainda ser jovem. É o jogador mais consagrado do grupo, com experiências e conquistas na Europa. Se curar de vez a lesão que tem, será ainda mais útil, já que não adianta ter um acima da média que joga uma sim e duas não.
Com os dois garantidos para o Brasileiro, temos uma preocupação a menos. Com os fortes indícios da volta de Juninho Pernambucano, teríamos muita força do meio pra frente. Faltaria ainda um homem-gol, já que anda difícil para a bola entrar na rede do adversário.
Até o Brasileiro, muita coisa ainda vai acontecer, mas saber que poderemos contar com Coutinho e Carlos Alberto, dá muito conforto à torcida cruzmaltina.
.
Foi lançada ontem a camisa nº 3 do Vasco da Gama. Ela foi escolhida pelos sócios em votação no Site do Clube, vencendo outras duas opções.
Predominantemente branca, ela tem no centro, uma enorme cruz vermelha, tendo sido produzida pela Penalty em parceria com a grife Cavalera. Por ser um modelo histórico, o primeiro lote não terá anúncios de patrocinadores.
A primeira aparição será já na partida de amanhã, contra o Americano em São Januário.
O preço é um pouco acima da camisa normal: R$ 199,00, contra R$ 169,00 do tradicional.
.
Respondendo aos comentários:
Gremista - Até que os dirigentes estão segurando o Mancini, mas um novo tropeço pode ser fatal. Abraço e sds!
Carlos - Pensei também no Celso Roth. Ele é muito bom na parte tática, mas temo que também se perca com o grupo. Não entendo porque seus trabalhos começam muito bem e sempre caem. Abs!
Aldevan - Penso que pior do que as 2 derrotas seguidas é o fato do time estar jogando muito mal. Contra times muito fracos, o Vasco joga muito mal e isso é o que mais irrita a torcida. Abraço!
.
Sds vascaínas a todos!

4 comentários:

Gremista Fanático disse...

Fala Diego, sem duvidas duas grandes noticias para o Vasco, os dois atletas são o que o Vasco tem de melhor na atualidade e serão muito util no decorrer da temporada. Apesar do vermelho na camisa gostei, achei bem bacana, abraço.

Saudações do Gremista Fanático

Almirante disse...

Diego, erá de uma notícia assim que precisávamos para melhorar o Astral. Se Deus quiser o juninho vem aí e o vasco só tende a crescer.

Abração!

Claudio Henrique disse...

Excelente notícia para a torcida vascaína, o Coutinho será de extrema importância a equipe de São Januário.

Grande abraço

Débora Bravo disse...

Muito bom ficar tão bem informada sobre o Vasco. ;) E quanto às informações concordo plenamente com você a presença do Coutinho é fundamental para o Vasco. Ele é novo e com certeza vai ter que ganhar muito corpo e experiência para jogar na Europa, ou como você mesmo disse vai apanhar muito. E quanto ao Carlos Alberto ainda não o vi jogar direito quase sempre que assisto ao jogos do Vasco ele não está em campo. Agora a chegada do Juninho Pernambucano será de graaande valia para vocês, certamente. Gosto muito do estilo de jogo dele.

E gostei da camisa nova, só acho que tinha que ter algum detalhe preto. ;)