segunda-feira, 11 de maio de 2009

Primeira barreira derrubada

Foi suado. Com a garra e o suor prevalecendo sobre a técnica e categoria. Um simples 1x0, que serviu para derrubar a primeira grande barreira deste campeonato: a ansiedade da estréia. Some-se a isto o ajeitado time do Brasiliense e o que tivemos foi um duelo vigoroso, onde a torcida foi fundamental para empurrar o time para a vitória. O gol foi marcado por Rodrigo Pimpão, aos 16 do segundo tempo.
Fosse um jogo normal, a análise seria mais crítica, mas a partida de sábado foi diferente. A torcida, consciente das dificuldades, cantava desde uma hora antes da partida. Um clima de decisão tomava conta da Colina desde o início da tarde. Lindas faixas, bandeiras e músicas mostravam que o apoio será incondional.
O time começou o jogo em cima do Brasiliense. Porém, estava afobado e parava no bom goleiro Guto. A melhor chance foi aos 13 minutos, com Élton cabeceando para fora após bom cruzamento de Paulo Sérgio. O time candango ameaçou em dois chutes de Júlio César. No primeiro, Fernando Prassa tocou na bola, que bateu na trave e voltou nos braços do goleiro. Em outra chance, a bola tirou tinta da trave direita.
Iranildo centralizava as jogadas do adversário, mas era bem vigiado por Mateus. Apesar de algum sufoco, a torcida não parou de cantar um só minuto e aplaudiu o time na descida para o vestiário. O melhor da tarde ainda estava por vir.
Quando o time voltou a campo, o que se viu foi coisa de cinema. São Januário foi tomado por uma aura mítica, tremendo de ponta a ponta. Nas arquibancadas, milhares de vozes cantavam e empurravam o time em uma só voz. No gramado, os jogadores sufocavam e não deixavam o Brasiliense sequer tocar na bola. Quando o faziam, dá-lhe bico pra frente e lá vinha o Vasco pra outra.
O gol não demorou. Após belíssima troca de passes, Ramon entregou para Pimpão, que com muita categoria, tocou no canto, inapelável para Guto. Vascão 1x0. E se o Caldeirão já estava bonito, depois do gols e tornou indescritível. 'Sou Vascaíno e o Sentimento não pode parar' cantava e pulava feliz a torcida vascaína. São Januário pulsava como um grande coração cruzmaltino.
Daí em diante, o que se viu foi entrega total. O Vasco até criou algumas chances de gol, mas quem foi ao estádio, certamente se lembrará da garra demonstrada pelos jogadores. Nossos guerreiros corriam atrás de cada bola, davam carrinhos e se necessário até se atiravam na frente da bola. Não acho que Série B seja só isso, mas garra e determinação certamente ajudarão bastante na conquista do objetivo.
Dever cumprido, agora o time terá mais tranquilidade para trabalhar na sequência da competição. Sábado, o desafio é contra o Ceará, em Fortaleza. Antes, porém, temos o Viria, quarta-feira pela Copa do Brasil. O caldeirão mais uma vez estará lotado, empurrando o time para a vitória.
O Vasco atuou com: Fernando Prass, Paulo Sérgio, Vilson, Gian e Ramon; Amaral, Mateus (Nilton), Léo Lima e Carlos Alberto; Pimpão (Alan Kardec) e Élton (Gallo).
.
Não adianta. Passam anos de presença no estádio e essa torcida cada dia me surpreende mais. Quando pisei na Colina, me deparei com uma enorme faixa na cobertura que dizia 'Sempre ao Seu Lado', que infelizmente precisou ser tirada por causa do vento. Outras mostravam os anos dos quatro títulos brasileiros.
Nas músicas, a torcida caprichou e não parou de cantar um só minuto. Não vou ficar aqui reescrevendo aqui nossas boas e velhas músicas. Quem quiser, pede que envio as letras. Uma nova em ritmo de provocação, fez sucesso na Colina:
Eletrobrás vem aí
E o Juninho Vai voltar
Imperador é o caralho
Só vem no Rio pra cheirar
E pra primeira eu vou subir
E da segunda eu vou passar
Na alegria ou na tristeza
Eu nunca vou te abandonar
Força Vascão! Primeira barreira derrubada, mas a caminhada apenas começou.
.
Vitória garantida, mas o Vasco não pára de se reforçar. Após as apresentações de Pará e Rafael Morisco, foi a vez de Aloísio Chulapa ser apresentado, momentos antes do jogo. Ele passou pela arquibancada e tirou fotos com quem chegou cedo ao estádio. Depois, participou da preleção antes da partida, juntamente com outros atletas que não participaram do jogo. O centroavante atuará com a camisa 21.
Quem também fechou foi o lateral esquerdo Ernani e o atacante Robinho. Ambos tiveram destaque no Carioca e chegam para compor elenco. O primeiro será o quarto jogador da posição no elenco e pode atuar como segundo volante.
Nota triste do dia para a lesão de Tiago, que ficará um mês fora, Assim, Fernando Prass será o titular, com os jovens Adílson e Cestaro podendo ficar na reserva. Mateus se lesionou e Nilton será o titular na quarta-feira e caso tudo corra bem, em todo o resto do ano.
.
Mal dormi na véspera do jogo. Após ele, meu corpo estava destruído, como se eu tivesse atuado na partida. Cansado? Nada disso. Estou mais feliz do que nunca e só de lembrar o Caldeirão lotado explodindo em um só grito, me arrepio.
Sempre ao seu lado até o fim
Minha vida é você
E a torcida do Vascão
Sempre tão linda
Nós viemos para te apoiar
Juntos vamos ganhar
Na alegria e na dor
O Sentimento não pára
Pois todo Vascaíno
Tem amor infinito
Cantarei do cooo-ra-çãooo
VASCO DA GAMAAAA! VASCO DA GAMAAAA!
.
Sds vascaínas a todos!

4 comentários:

Almirante disse...

Que maravilha foi essa nossa torcida Diego! De arrepiar! E o jogo eu também achei bom, controlamos boa parte dele, dominamos inteiramente o segundo tempo e um pouquinho mais de capricho teríamos feito mais. O Brasilienese também mostrou que não é um time bobo, e aquele Edinho parace que melhorou, não muito, mas melhorou.

"cara desci com a família daqui de petrópolis, mas não tava com a camisa da força não. Próximo joguinho a gente marca por aqui de se encontrar lá na colina e curte o Vascão, toma uma gelada, e troca umas idéias...foda que tu não sabe como eu sou, mas pela tua foto eu me ligo em quem tu é" Abraço!

Renata Magalhães disse...

O Vasco estáde parabaéns.E a torcida Mostrou que amor não tem divisão.
Tomara que este ano o Flamerda tome o lugar de vc's na Série B.seria meu grande sonho.rsrsrsrsrsr

Gremista Fanático disse...

Assisti a partida e não foi facil, mas o mais importante era a vitoria na estreia, começar com o pé direito é importante, abraço.
Saudações do Gremista Fanático

Carlos Junior disse...

Arrepiou mesmo Diego
Sensacional a nossa torcida

So para tu ter uma ideia onde eu assisti o jogo aqui em Maceio tinham mais de 400 pessoas num bar para ver o o jgog!

de arepiar... VAMOS SUBIR VASCO!!