sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

Eliminado, mas ainda com esperanças

Na tarde desta quinta-feira o Vasco foi punido pelo TJD-RJ com a perda de seis pontos e uma multa de R$ 5 mil. A condenação, por quatro votos a um, foi em virtude da suposta escalação irregular de Jeferson, ainda na primeira rodada contra o Americano. Dessa forma, o time, que estava na liderança, cai seis posições e com apenas 5 pontos, não tem mais chances matemáticas de classificação às semifinais da Taça Guanabara. O recurso da sentença será julgado na terça-feira, evitando assim que a competição fique paralisada.
Toda a história começou quando o Brasiliense obteve uma decisão no Tribunal do Trabalho do Distrito Federal obrigando Jeferson a voltar ao time candango, interrompendo assim o contrato com o Vasco. No sábado, dia 24, data da estréia, o Clube conseguiu uma liminar que permitia a escalação do jogador. Assim, apesar do jogador não constar no BIRA da FERJ (na data Jeferson constava no BID da CBF), ele atuou durante toda a partida, que terminou com a derrota do Vasco por 2x0. O Clube então foi denunciado e acabou punido. Vale lembrar que na sexta-feira, o presidente da Federação, Sr. Rubens Lopes declarou que se Jeferson obtivesse a liminar poderia jogar normalmente. Além disso, o procurador-geral do TJD, André Valentim, afirmou que o atleta atuou de forma legal.
O caso deixa claro algumas coisas: claramente houve má-intenção da federação e o nosso jurídico é absolutamente despreparado. Os dois fatores caminham juntos e culminaram nesse triste desfecho do processo.
A perda dos pontos pelo Vasco deixa ainda mais claro que o campeonato está armado. Não bastassem as manobras dos árbitros em campo, agora o tribunal se intrometeu na disputa. Assim, o único beneficiado foi o Fluminense, apontado como favorito pela imprensa, mas que faz campanha vergonhosa na competição. Agora, o timinho das Laranjeiras depende apenas de si para obter a classificação e quem sabe fazer a sonhada final da federação: Fla x Flu. Além disso, recentemente nossa diretoria criticou a presença de Eurico Miranda nos corredores da federação, o que causou irritação a Rubens Lopes. Se não bastasse, ainda permitiram a entrada de um representante do Fluminense no julgamento, sendo que a Unimed em nada participava do processo. O próprio Americano, envolvido na partida polêmica, em momento algum se pronunciou quanto ao tema.

Vale lembrar que o Vasco PERDEU o jogo, o que desqualifica a hipótese do Clube ter tentado tirar vantagem. Além disso, o jogador constava como atleta do Vasco na CBF, órgão máximo do futebol brasileiro. O mais correto seria a aplicação de uma multa ao Clube, porém não interferindo nos pontos conquistados dentro de campo, todos de forma lícita e inquestionável.
De todo modo, não podemos negar o pecado do nosso jurídico. Se havia algum risco na escalação de Jeferson, não havia um porquê de escalá-lo. Alguém que se propõe a trabalhar no jurídico de um Clube deveria saber os problemas que uma escalação incorreta poderia trazer. Caso se tratasse de um craque não valeria correr o risco, imagine tratando-se do Jeferson...
A defesa do caso também foi muito mal formulada. Não é preciso ser um craque do direito para saber que usar o pretexto 'como o torcedor leigo irá entender?' nunca iria colar em um tribunal. O que parece é que depois da declaração de Rubens Lopes e do procurador André Valentim, nosso advogado acomodou e achou que íamos vencer facilmente. Caímos do cavalo, porém certamente ele não será descontado nos R$ 55 mil mensais que recebe do Clube.
Terça será julgado o recurso. Minha opinião: prevalecerá o bom-senso e o Vasco não perderá os pontos. Porém, que o caso sirva de lição para nossa diretoria.
.
Alheio a tudo isso, o grupo segue trabalhando para a partida de domingo contra o Madureira. O duelo, marcado para as 16 horas, será realizado no Engenhão. O Vasco contará com força total, tendo o retorno de Titi e Alex Teixeira. Nossa situação quanto a classificação segue confortável (sem levar em conta os pontos perdidos no tapetão).

Uma vitória nos dá o primeiro lugar sem depender de outros resultados. Um empate nos classifica, mas precisamos torcer contra o Americano para garantirmos a liderança. Até mesmo em caso de derrota o Vasco pode garantir a vaga, mas ai seria uma combinação de resultados bem mais complicada.
Enquanto somos obrigados a ir ao estádio do Botafogo visitar o Madureira, o Fluminense vai ao nosso por não ter estádio pra jogar. Não duvidem se São Januário ficar totalmente destruído após o jogo. Coisas de uma federação despreparada e de uma diretoria incompetente em negar ceder nosso maior patrimônio às bichas loucas.
.
E por falar na diretoria, as declarações do Coelho ainda seguem rendendo. Ontem ele soltou mais algumas bombas, todas respondidas por Dinamite e Mandarino. Veja aqui, aqui e aqui, trechos da entrevista de ambos.
"Ele tentou ser um profissional remunerado pelo Vasco, mas não concordamos", disse Mandarino. Dinamite rebateu a denúncia de que há um "caixa 2" na atual gestão. "Não existe isso. Não sei de onde partiu essa idéia. Queremos um Vasco forte e unido e não um clube dividido".
A seguir, prosseguem outras declarações de Mandarino:
"Algumas coisas me soaram de forma estranha no José Henrique Coelho. Ele me disse em certa ocasião: “agora que detonamos o fulano, vamos acabar com o cicrano”. Mas o nosso sentimento não era de ódio, e sim de recuperar o clube. Posteriormente, ele despejou várias declarações ferinas sobre o nosso vice-presidente de futebol, o Neca. Fez vários ataques sobre ele. Eu pensei comigo: se hoje é o Neca, amanhã pode ser comigo ou com outra pessoas da diretoria."
"O Coelho queria eliminar as torcidas organizadas do Vasco. Ele veio com uma história de que esse era o modelo utilizado na Inglaterra, (...) Eu disse a ele que o futebol na Inglaterra era diferente, que as pessoas com um menor poder aquisitivo não apareciam nos estádios, mas acompanhavam os jogos pela televisão. Disse para ele não contar comigo para essa idéia. Falei que entre ele e a torcida, eu preferia muito mais os torcedores, que tem a legitimidade de estar no estádio. A última situação foi uma proposta que ele fez de ser superintendente geral e remunerado do clube. Eu não roubo, eu não vou deixar ninguém roubar o Vasco. Ali se alia incompetência com sede de poder."
"O que existe é uma condição de favorecimento às organizadas para comprarem ingressos a um preço reduzido, normalmente a metade do preço normal. O número de ingressos é delimitado, cerca de 500 a mil ingressos. Vamos dar as mãos às organizadas, mas falar de prejuízo de R$ 50 mil é delírio"
Sobre as declarações acima, concordo com as opiniões de Dinamite e Mandarino. Sobre a troca de acusações, elas em nada somam ao Vasco e por não estar dentro do Clube, prefiro não comentar.
Apesar de que entre o Pinóquio e o Coelho, eu acredito no bom e velho boneco de madeira.
.
Respondendo aos comentários:
Almirante - é amigo, falta um matador nesse time. Será que esse dinheiro da Eletrobrás sai um dia?
Carlão - Rapaz, quanto tempo não te via por aqui. Sds!
Gremista - o Amaral voltou menos pior. Antes ele errava passe mas não sabia marcar. Pelo menos agora ele marca. Sds!
FC do Cesão - Rs. Então vou certamente conhecer o Psirico.
Andy - Belas considerações. Pimpão muito mal e política sempre problemática.
Snoopy - é meu caro, em campo as coisas vão razoavelmente bem, mas fora dele. A cada dia desanimo mais desse Estadual. Boa sorte ao Botafogo! Abraço e sds!
Vinicius - é cara, será que esse martírio um dia acaba? está demorando muito e o sofrimento não passa.
.
Sds vascaínas a todos!

7 comentários:

snoopy em p/b disse...

ridículo, ridículo, ridículo!
cara, cada dia tenho mais nojo do pequenino nenCCC.
a merda do plano de saúde investe forte, mas não adianta porque esse timeco não tem camisa.
daí, precisa de tapetão.
como falei, desde 1907, é o time do tribunal.
eu tenho a mesma impressão que você: a federação quer fra x nenCCC.
lamento pelo vasco. é o grande que melhor vem jogando.
tomara que recupere os pontos na terça e que vença o melhor em campo.

ah, e cuidado com são januário porque, não sei se se lembra, mas foram mais de 300 cadeiras quebradas no engenhão pelas bichas loucas no ano passado.

um abraço!

Fc do Cesão / Jack disse...

Lamentável ne... =/
queria mesmo q fosse um Fla x Vasco na final desse turno... mas vamos pra frente que atrás vem gente... rs.
Siiim verás o Psirico do povão... eu vou ver amanhã, nooooooooossa já to morrendo do coração aqui... kkkkk, já ajeitei cabelo, já fiz unha... minhas primas fazem: "até parece q ele vai ver suas unhas" UHASUIHAUISHAIHSUIA
mas faz parte... *.*
um abração e bom fim de semana tb!!!

Gremista Fanático disse...

Cara se o cara tinha uma liminar para poder atuar é um direito adquirido entao ele e muito menos o vasco podem ser punidos, absurdo isso, vamos torcer pra que eles voltem atras na terça, abraço.
Saudações do Gremista Fanático

Vinicius Grissi disse...

Acho incoerente colocar a culpa na Federação ou falar em campeonato armado. De fato, se havia qualquer dúvida quanto à possibilidade de contar com o jogador, o certo era não colocá-lo em campo. Principalmente num jogo que valia tão pouco e um jogador tão pouco importante também. De toda forma, o Vasco tentará reverter a questão. Não sei se conseguirá.

Sobre o Futebol Carioca disse...

o vasco deu muito azar

Renata Magalhães disse...

A Esperança é a ultima que morre!Ainda da pra acreditar!

snoopy em p/b disse...

louzada,

parabéns pelo seu aniversário, meu amigo!
felicidades pra você!