quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

Ensaio nada promissor

Foi realizado nesta quarta-feira o primeiro jogo-treino do Vasco na temporada 2009. Contra o Vilavelhense, da Primeira Divisão do Campeonato Capixaba, o time venceu de virada por 4x2. Os gols vascaínos foram marcados por Paulo Sérgio, Faioli, Enrico e Ramon. Descontaram Hernandes e Jorginho.
O adversário de hoje não goza de grande prestígio no futebol capixaba. Fundado em 2002, tem como melhor colocação no Estadual um 5º lugar no ano passado. Estreou no último domingo perdendo dentro de casa para o Jaguaré por 5x1. Assim, parecia a presa perfeita para um jogo de teste. Pois bem. Parecia...
Escalado com o time considerado titular até o momento por Dorival Júnior, o Vasco não foi bem na primeira etapa. O cruzmaltino entrou em campo com: Rafael; Paulo Sérgio, Fernando, Gian e Fernando Galhardo; Amaral, Mateus, Jeférson e Fernandinho; Alex Teixeira e Carlos Alberto. Até os 10 minutos, só dava Vasco. Carlos Alberto caiu na área aos 3, mas a arbitragem nada marcou. Fernando Galhardo era uma excelente arma na lateral esquerda. Quando pressionava, o Vasco sofreu o gol. Em cruzamento na área, Hernandes apareceu sozinho e marcou de cabeça. Vila 1x0. Aos 17, outro golpe. Jorginho recebeu na área e tocou no canto de Rafael. Vila 2x0... Todos os pesadelos de 2008 voltaram à tona e a torcida que acompanhava o jogo já se sentia muito desconfiada.
Aos 25, o juiz acabou ajudando o Gigante da Colina. Com a pausa para os jogadores se hidratarem, o Vasco voltou melhor, pressionando o adversário. O goleiro Macula trabalhava bem, mas não pôde evitar o gol de Paulo Sérgio aos 32. Nosso lateral roubou a bola no ataque e finalizou no canto esquerdo. Em um lance só, ele mostrou duas coisas que Wagner Diniz não sabia fazer. Desarmar e finalizar. Que assim continue...
O Vasco ameaçou bastante em jogadas aéreas e teve uma grande chance aos 45 com Fernandinho, que perdeu na cara do goleiro. Aos 49, o juiz deu uma falta de ataque de Alex Teixeira quando nosso jovem partia sozinho rumo ao gol adversário, gerando a revolta dos mais de 5.000 vascaínos presentes. A primeira etapa terminou mesmo 2x1 para os capixabas.
Para o segundo tempo, os dois times voltaram com times inteiramente modificados. O Vasco só não trocou o goleiro Rafael, voltando com: Rafael, Fagner, Vilson, Titi e Edu Pina; Vera, Nílton, Léo Lima e Benitez; Enrico e Faioli. A presença de um homem de área e a fraqueza dos reservas do Vila facilitaram o trabalho vascaíno. Enrico apareceu bem no ataque, assim como Faioli, que marcou o gol de empate em cobrança de falta aos 22. Um minuto depois, Enrico marcou em rebote do goleiro após cabeça da de Nilton. Aos 25, o juiz novamente parou o jogo para hidratação dos jogadores. Após a parada entraram Phillippe Coutinho e Ramon, nos lugares de Benitez e Edu Pina. Bruno Gallo entrou no lugar de Vera e Anderson substituiu Rafael. Aos 32, Ramon recebeu de Faioli e deslocou o goleiro, fazendo o quarto gol vascaíno. O Vasco ainda criou algumas oportunidades, mas o placar conjugado terminou mesmo em 4x2 a favor do Vasco. No duelo de titulares, Vila 2x1. No de reservas, Vasco 3x0.
.
O jogo certamente deixou algumas lições para Dorival Jr e para o time. A primeira é que não se deve subestimar nenhum adversário. Todos os times da Série B farão os jogos de suas vidas contra o Vasco e se bobearmos, perderemos. O apagão do início do jogo de hoje não pode se repetir. Outra lição é de que o time não pode jogar sem um atacante de ofício. Carlos Alberto no ataque é desperdício de talento, além da perda de força, sem um jogador que brigue e trombe com os zagueiros. Enquanto não chega um reforço, usemos mesmo Faioli na frente e se ele corresponder, merece uma oportunidade. Hoje, se tivéssemos que apontar um destaque do jogo-treino, certamente seria o atacante capixaba. No domingo, um novo jogo treino, desta vez contra a tradicional Desportiva, que promete endurecer bem mais o jogo. Faltam apenas 10 dias para a estréia no Estadual, então é bom a rapaziada ir logo jogando pra valer.
.
Ciente da carência no ataque, a diretoria correu atrás de reforços e amanhã já teremos a apresentação de um novo nome. Trata-se de Rodrigo Pimpão, avante de 21 anos, oriundo do Paraná Clube. Autor de três gols na Série B 2008, ele assinou contrato até o fim de 2012. Segundo o site Lancenet, o jogador também havia despertado o interesse de equipes como Grêmio, Internacional e Palmeiras, Trata-se de de um segundo atacante, que cai mais pelos lados, não suprindo assim a ausência de um home-gol. Segundo a imprensa paranaense, é a maior promessa do Clube depois de Everton e Giuliano, que hoje estão em flamengo e Inter. A conferir.
Estranho nessa negociação é o fato do cara ser promessa do Paraná, adversário direto na Série B e ter assinado por quatro anos. De onde teria saído o dinheiro para a negociação. Do Clube ou do empresário Carlos Leite? Esperamos notícias...
Quem também pode chegar é o atacante Élton, de 23 anos, que disputou a Série B pelo Santo André, marcando dez gols. O jogador, com passagem pelo São Caetano e pelo futebol polonês viria por empréstimo de uma temporada.
.
Respondendo aos comentários:
Fc do Cesão - Que assim seja. Abraço!
Kampelo - Com o tempo mudanaçs devem surgir. Já chegou um atacante, só não sei se será o matador esperado pela torcida. Abraço!
Saulo - Esse ano o Estadual do Rio será muito disputado. Os times estão bem nivelados. Não creio em vantagem da dupla flu e fla. Abraço amigo!
Wilson - meu sufoco da facul também terminou. Confio no trabalho do Dorival e que Carlos Alberto mostrará serviço. Rafael pode parar no Fluminense, o que não seria uma boa por se tratar d eum bom goleiro e ainda jovem; Ainda falta o matador e estamos no aguardo. Abração!
.
Sds vascaínas a todos!

2 comentários:

Carlão Azul disse...

Realmente o futebol está muitíssimo disputado, não importa a série em que nosso time esteja, não se pode mesmo dar bobeira, mas foi só o 1º jogo, o comecinho da temporada, o DJ ainda vai acertar muita coisa.

Abraços e...

Saudações Celestes

SITE/BLOG
Sou Cruzeirense - Site
Sou Cruzeirense – Blog
CRUZEIRO: O MAIOR DE MINAS
ENTREM, DÊEM UMA ESPIADINHA E SINTAM-SE A VONTADE

snoopy em p/b disse...

louzada,
obrigado pelas palavras no snoopy em p&b!
quero te ver sempre por lá.

olha, raríssimas foram as vezes que o carlos alberto jogou bem como atacante. aliás, aquele botafogo x vasco no engenhão, ele jogou como atacante e você mesmo não gostou.
ela se sai melhor quando vem de trás com a bola e pega a zaga de frente.
vai por mim, cobrem isso!

abraços e sds. botafoguenses!!!