domingo, 27 de janeiro de 2008

Nasce um ídolo

Quando aos 38 minutos do segundo tempo, Alan Kardec foi derrubado na área e o juiz marcou a penalidade, houve um alvoroço geral em São Januário. Pessoas se deslocavam para buscar o melhor ângulo e o grito de "Tiago" ecoava pelo estádio. Com muita personalidade, o goleiro atravessou todo o gramado e se apresentou para a cobrança e com direito a paradinha, deslocou o arqueiro Diogo para marcar o primeiro gol de goleiro da história do Vasco e o terceiro do time na partida. Depois disso, a euforia só aumentou e todos saíram com a certeza de ter presenciado um momento histórico.
Sites, TVs e jornais destacaram o gol, que com certeza foi o primeiro passo na formação de um novo ídolo no Vasco. Cabe agora a todos no clube trabalhar bem a imagem de Tiago, que tem tudo para gerar muitos benefícios ao Vasco. Muitas pessoas que andavam sumidas do estádio tendem a ir ver os jogos na expectativa de ver o goleiro-artilheiro. Camisas com o nome de Tiago também devem em breve começar a ser vendidas. Como seu contrato é de 3 anos, seria excelente que o Clube procurasse o manter durante o maior tempo possível. A Tiago cabe continuar treinando forte para que continue agarrando bem e marcando gols.
Agora, falando da partida, essa foi sem dúvida a melhor atuação da equipe no Estadual. Atacando bem pelos lados e pelo meio, o time chegou diversas vezes ao gol do Mesquita, com variadas opções de jogada. Isso se deveu principalmente à uma mexida inteligente da dupla Romário/Alfredo Sampaio. Ao invés de deixarem Alex Teixeira brigando com os zagueiros, deram liberdade para o garoto cair pelos lados, fazendo boas jogadas e excelentes tabelas, como a do primeiro gol, marcado por Leandro Bomfim aos 27 minutos da primeira etapa. Com essa movimetação de Alex, sairam várias jogadas pelo lado esquerdo, com o jovem lateral Carlinhos aparecendo bem.
Pelo lado direito, Wagner Diniz não esteve tão bem como nos outros jogos, mas também criou boas jogadas. Tiago, além de ter feito o gol, apareceu bem quando requisitado, em especial em uma cabeçada a queima roupa no segundo tempo. Na zaga, Luizão me dá medo e Jorge Luiz mais uma vez se destacou, arriscando até umas boas subidas ao ataque. Na esquerda, Carlinhos esteve bem e parece ter ganho a vaga.
No meio, Jonílson e Beto estiveram bem, em especial o segundo que parece estar em forma. Leandro Bonfim além dos dois gols, fez boas tabelas e infiltrações. Em um time que prima pela velocidade, Leandro é fundamental cadenciando o jogo no meio. Pelo lado esquerdo do meio campo em losango, entrando em diagonal, aparece bem como elemento surpresa. Torço para que seu futebol continue crescendo, já que se trata de jogador que sempre elogiei e admirei o futebol.
Morais, não foi tão bem como nos outros dois jogos, mas mesmo assim contribuiu com a equipe, com sua velocidade e categoria.
No ataque, Alex (foto acima) teve sua melhor atuação, justamente por ter jogado mais longe da área, saindo para driblar e tabelar, o que faz como poucos. Apesar de não ter marcado, foi pra mim o melhor em campo. Alan Kardec não marcou, mas apareceu bem, dando opções de jogada que não se resumem à bola aérea. Seu melhor jogo no campenato e a tendência é de uma contínua melhora nos próximos jogos.
O time, mais uma vez esteve melhor na primeira que na segunda etapa, mas sube segurar o ímpeto do Mesquita no início da segunda etapa e marcar os gols necessários. O entrosamento tá começando a aparecer e a torcida já pode começar a acreditar em dias melhores. De preferência comparecendo mais ao estádio, já que 4.422 pessoas em um sábado é um número ridículo.
.
Na preliminar, os juniores venceram o Mesquita por 4x0 e mantiveram os 100% de aproveitamento. Uma coisa me chamou muito a atenção. A diferença física entre os jogadores dos dois times. Os vascaínos pareciam estar jogando contra crianças, pois botavam a bola na frente e nunca eram alcançados. O placar poderia ter sido muito maior caso o time levasse a partida mais a sério. Destaque para o excelente zagueiro Pablo, que foi muito bem nas três partidas do time.
.
Respondendo aos comentários:
1 - Klaus - Jean e Alan Kardec tem estilos que se completam. Como o time está ganhando entrosamento, ele vai ter que lutar pelo seu espaço. Abração!
2 - Vinicius - Em 2006 Jean compensou a perda de gols com algumas assistências. Mesmo assim deixou 3 bolas na rede em 22 partidas. Vem pra somar ao grupo, que já tem bons nomes na posição.
3 - Aline - Quanto à violência pode acalmar sua mãe. Em dias de jogos em São Januário nada mais tem acontecido. Os confrontos entre Força Jovem e Ira Jovem cessaram e hoje está tranquilo ir aos jogos, tanto que sempre levo minha irmã mais nova de 7 anos. Perigo mesmo só nos clássicos contra o Fla. Sds cruzmaltinas! /+/
4 - Aline - Esse time tem tudo para engrenar e merece a confiança da torcida. Espero que na quarta o público seja maior, apesar do horário. Beto está realmente surpreendendo. Marcos Vinicius não dá, assim como o tal Marquinho que entrou e foi mal. De qualquer forma o entrosamento está aparecendo e o futebol melhorando a cada jogo. Sds!
.
Sds vascaínas a todos!

3 comentários:

Wilson Hebert disse...

Diego, você tem razão. esse Alex merece atenção. Vi o jogo do Vasco contra o Americano e gostei muito do moleque. É bom!!!

Sobre a equipe em si, está melhorando gradativamente, será melhor quando for encaixar o Edmundo no esquema.

Vamos ver se continua na crescente, pra quando jogar contra o Flamengo, fazer aquele clássico vibrante que essas duas enormes torcidas já sentem saudades.

Abração Louzada.............

Aline disse...

Time Juniores do Vasco dando show!!! Torço por eles também!

Saudações!

Vinicius Grissi disse...

Aos poucos este time tende a crescer, realmente. Tem alguns bons jogadores, que lapidados com calma podem se dar bem. Sobre o Tiago, defendi desde sempre a contratação dele pelo Vasco como ótima. É muito bom goleiro, com o "plus" de marcar gols.

Agora, o que achou do Bruno, do Flamengo? Quer entrar para a história também...