segunda-feira, 21 de setembro de 2009

E que comece a contagem regressiva. Faltam quatro vitórias

Mais uma vez foi suado, mais na garra e na vontade que no talento. Mais um daqueles jogos de seis pontos, contra um adversário direto. E mais uma vez deu Vasco. Com mais um gol de Élton, o artilheiro da Série B 2009. Vascão 1x0 Guarani e festa para os mais de 50.000 vascaínos no Maracanã. Agora, mais do que nunca, o acesso e o título parecem questão de tempo. Faltam quatro vitórias para comemorarmos a tão esperada volta, que deve vir com muitas rodadas de antecedência.
A torcida mais uma vez compareceu em massa e empurrou o time. 52.904 presentes em um jogo com TV aberta para o Rio não é para qualquer um. E para um jogo importante e complicado, finalmente um árbitro decente nesta Série B. Muito bom esse Sandro Meira Richi. Bem postado na defesa, o Guarani mostrou porque está tão bem na competição. Quando roubava a bola, partia bem no contra-ataque, usando seus velozes laterais e o trabalho de pivô de Ricardo Xavier.
Mesmo assim, as melhores chances foram do Vasco. Em boa cabeçada, Élton tirou tinta da trave de Douglas, com o goleirão já batido. Pouco depois, Robinho quase marcou de letra, após jogada de Allan, mas o goleiro se antecipou.
No fim do primeiro tempo, Carlos Alberto humilhou o bom Maranhão dentro da área e chutou cruzado. Élton finalizou, mas o goleiro voltou a salvar. Depois, Titi perdeu gol feito dentro da área. Fernando Prass quase não trabalhou por toda a primeira etapa.
Com três volantes, o Vasco precisava de melhores opções para criar jogadas. Mesmo assim, Dorival deixou o esforçado Allan e o apagado Mateus em campo. Só que Carlos Alberto vale por dois e seus primeiros 15 minutos do segundo tempo foram geniais.
Ele chamou o jogo e partia pra cima dos adversários como quem jogava uma pelada. E não adiantava bater porque ele seguia de pé. Aos 4, Ramon fez grande jogada na esquerda, Élton desviou e Carlos Alberto chutou, mas o zagueiro salvou sobre a linha.
Com a torcida empurrando, o craque jogando e o artilheiro pronto para marcar, o gol não podia demorar. Aos 8, Carlos Alberto arrancou da intermediária, foi puxado pelo adversário, seguiu de pé e deu passe açucarado para Élton, que de primeira mandou a porrada pro gol. 1x0 e o Maraca tremendo com o golaço do Vascão!
Sem saída, o time paulista partiu para o ataque, levando perigo. Fernando Prass apareceu com a segurança de sempre, salvando o time. Aos 24, o zagueiro Márcio Alemão simulou um pênalti de maneira patética, levou o segundo amarelo e foi expulso.
Mais uma vez o Vasco mostrou um velho defeito, de não saber jogar com um atleta a mais. Quem dominou as ações foi o Bugre e a nós só restou o contra-ataque. Carlos Alberto e Élton tiveram boas chances, mas Douglas salvou em ambas.
A apreensão seguiu até o final, mas a torcida saiu do Maracanã vibrando e ainda mais confiante. Que venham Duque de Caxias e Figueirense, nossos dois próximos passos nessa caminhada.
O Vasco atuou com: Fernando Prass, Paulo Sérgio, Vilson, Titi e Ramon; Amaral, Mateus, Allan (Fernando 32'/2ºT) e Carlos Alberto (Fumagalli 45'/2ºT), Robinho (Adriano 19'/2ºT) e Elton.
.
A imprensa inventou um desafio babaca sobre quem levava mais gente ao Maracanã neste fim de semana. E essa mesma imprensa, colocou o jogo do Vasco em TV aberta para todo o estado. Mesmo assim, colocamos mais gente que nosso maior rival, dando mais uma demonstração de força da torcida vascaína. Até um botafoguense apareceu por lá. Veja aqui.
Sobre o jogo, às vezes fica difícil de analisar o Vasco por causa de tantos desfalques. Cada jogo temos um time diferente e mesmo assim damos conta do recado. No estádio, haviam pessoas reclamando do baixo placar, mas a essa altura do campeonato, vencer é o que importa. Cada time está em busca de um objetivo no campeonato e todos entram com a faca nos dentes.
Não adianta achar que porque somos o Vasco, vamos vencer fácil. Precisamos entrar com vontade e seriedade e isso em nenhum momento faltou aos nossos jogadores no sábado.
Uma cena engraçada aconteceu no primeiro tempo. A torcida do Guarani, que compareceu em bom número, colocou uma faixa ao contrário e foram chamados de BURROS por todo o estádio. Minutos depois, essa mesma faixa, foi arrancada e rasgada pelos vascaínos que estavam nas cadeiras azuis.
Nada a favor da violência, mas eles desde que chegaram, ficaram xingando a torcida do Vasco. Como diz o ditado, é melhor não cutucar a onça com vara curta. Amarguem o prejuízo...
.
Sds vascaínas a todos!

5 comentários:

Gremista Fanático disse...

É isso ai Diego, o Vasco esta muito proximo de voltar a serie A, e vai ser com sobras mesmo, muitas rodadas de antecedencia, muito bacana a festa da torcida do Vasco sabado, abraço.

Saudações do Gremista Fanático

Almirante disse...

Também notei pessoas desapontadas com o magro placar, mas como voce bem frisou, o que importa na série B é vencer. Contagem regressiva que nada, o Vasco já subiu!

Saudações cruzmaltinas!

João Medeiros disse...

É isso aí Diegão. Falta pouquinho pra atender às exigências de dona Matemática. Imagina a festa que essa fantástica torcida vai fazer !!!!

Saudações Vascaínas, irmão.

Gabriel Valladares disse...

O pior é que a faixa deles caiu, pois não amarraram direito. Não foi a torcida do Vasco que tomou não.

Aí, depois que caiu foi aquilo que vimos: a faixa da ridícula torcida do guarani foi totalmente dilacerada.

Saudações Vascaínas

Maldita Futebol Clube disse...

O placar fopi magro, mas valeu três pontos. pontos corridos , o que vale eé vencer. qts jogos merecíamos vencer no primeiro turno e só empatamos? pois´e...seremos campeões e a nossa galera é show! qt a toprcida do bugre: ridicula! abs, leandro