quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Valeu pelos três pontos

Contra o Brasiliense, o Vasco não chegou nem perto de ter uma grande atuação. Mas foi o suficiente para garantir o 1x0 e mais três pontos na classificação, que mantiveram o Clube na liderança e nos aproximaram ainda mais do acesso. O gol foi marcado por Ramon, logo aos 5 minutos de jogo. Destaque positivo para a torcida, que lotou a Boca do Jacaré, que mais pareceu São Januário. A nota triste ficou por conta de Aloísio, que caiu desacordado no gramado e deu um susto em todos.
Empurrado pela torcida, o Vasco começou com tudo e antes do primeiro minuto já tinha finalizado com Carlos Alberto. Em uma das milhões de faltas do Brasiliense veio o gol. Pelo lado direito, Ramon cruzou, a bola passou por toda a área e morreu no canto do goleiro Guto. Vascão 1x0 logo aos 5 minutos.
O primeiro tempo seguiu com domínio total do Vasco, que sofria com o gramado e a violência do adversário. Heber Roberto Lopes era conivente e deixava a porrada comer solta. Aos 21, Carlos Alberto sofreu falta criminosa de Didão e o careca nem amarelo deu. Nosso craque saiu sentindo dores.
Aos 38, Aloísio quase fez um gol típico de pivô, recebendo, girando e chutando. Guto salvou no canto. No finzinho do primeiro tempo, Carlos Alberto foi derrubado dentro da área de forma claríssima, mas só o safado do careca não viu.
A vantagem de um gol não refletia o que foi o primeiro tempo, onde o Vasco deveria ter matado o jogo. Errado também era o Brasiliense ter saído com os onze jogadores e só um amarelo, já que batiam de forma absurda e desrespeitosa.
Logo no início do segundo tempo, Aloísio foi subir para cabecear e acertou a nuca do adversário. Chulapa se engasgou com o chiclete que mascava e ficou desacordado. A ambulância chegou a entrar no gramado para retirar o jogador, o que gerou uma imagem muito forte.
Naturalmente o time se abalou psicologicamente e o Brasiliense partiu para cima. Aos 13, Fernando Prass fez defesaça em cabeçada de Gustavo. Minutos depois, o juiz deixou de marcar um pênalti pro time candango, compensando o erro do primeiro tempo.
Aos 19, após apanhar de todas as formas, Carlos Alberto saiu para entrada de Pimpão. Com o ataque reserva, Pimpão e Adriano, o Vasco caiu de rendimento na parte ofensiva. A melhor chance foi em passe de letra do camisa 11 que Alex Teixeira chutou para fora.
Desesperado e na base do abafa, o Brasiliense só chuveirou bolas na área, facilitando o trabalho de nossa defesa. No fim, ficou a impressão de que o placar poderia ter sido bem mais tranquilo, pelo que o time fez no primeiro tempo. Quanto ao segundo, é muito difícil cobrar algo de um time que vê um companheiro sair daquela forma do campo.
Valeu pelos três pontos, importantíssimos neste momento da competição. Seguimos com a folga de três pontos na liderança e a nove do 5º colocado, uma margem folgada para conseguirmos o acesso.
O Vasco atuou com: Fernando Prass, Fagner, Vilson, Gian e Ramon; Mateus, Souza, Enrico (Amaral) e Alex Teixeira; Carlos Alberto (Rodrigo Pimpão) e Aloísio (Adriano).
.
Como o Heber Roberto Lopes é árbitro FIFA? Só se for de vale-tudo, que foi o esporte praticado pelo Brasiliense ontem e ele deixou o jogo correr.
.
Sds vascaínas a todos!

6 comentários:

Gremista Fanático disse...

Não pude ver o jogo por compromissos, mas como voce disse valeu pelos 3 pontos e pela sequencia de vitorias, abraço.
Saudações do Gremista Fanático

snoopy em p/b disse...

pô, machuquei a perna e não pude ir ao jogo.
meus amigos todos foram.
mas que bom que o vasco ganhou do time da corrupção.
odeio o brasiliense.
vascão rumo à série a!!!

abraços

Maldita Futebol Clube disse...

Importante vitória, que serve para manter alto o astral e a estima dos torcedores e do grupo. Agora, a hora é nossa, de lotar de novo o estádio , mostrar nossa força e ajudar o clube. Agora, torno a falar/; o Carlos alberto está ameia bomba, Eos meias estão deixando muito espaço a frente da nossa área. Precisamos, urgente acertar isso. E o droival? que técnico , hein? abs, e até sexta no maraca! leandro

Almirante disse...

Há de concordar que naquele pasto era mesmo dificil jogar um bom futebol, que até praticamos no primeiro tempo.

Sexta é mais uma vitória e a manutenção da liderança isolada!

Turano disse...

No estado em que o campo se encontrava era muito dificil mesmo obter melhor desempenho...

Achei que o vasco jogou bem e com muita raça, 1 a 0 saiu barato...

Diego abração!

gerson disse...

Vasco com o pé na primeira, e chiclete nunca mais!