segunda-feira, 29 de junho de 2009

E nem quando o adversário não quer vencer...

Antes do Campeonato, o Figueirense podia facilmente ser considerado um dos favoritos ao acesso na Série B. Após duas vitórias no início da competição, isso era quase uma certeza. E o time foi caindo de produção. Pelo apresentado sábado, precisará melhorar muito para poder subir. Pois bem. Ainda assim, contra um adversário com fraquezas nítidas na defesa, na criação e no ataque, o Vasco ficou apenas no 1x1, seguindo sua rotina de empates. O time segue na 6ª colocação, a um ponto do grupo dos quatro que subiriam. O próximo compromisso é contra o Bragantino, amanhã em São Januário.
Gostei muito do primeiro tempo do time. Com bastante movimentação na frente, éramos infinitamente superiores ao figueira. No início do primeiro tempo, tivemos um pênalti não marcado sobre Carlos Alberto. A melhor chance foi com Robinho, que chutou no travessão. O Vasco era todo ataque, mas o gol não saia. E como quem não faz, leva, o Vasco quase pagou. Em bela cabeçada, Fernando Prass fez uma defesa fantástica no canto esquerdo. Ufa!
Um minuto depois veio nosso gol. Lançamento da esquerda para Carlos Alberto. Ele dominou, ajeitou pra canhota e largou o tiro no cantinho de Wilson. Belo gol. Vascão 1x0! Vale lembrar que CA jogou de centroavante, apesar do típico gol de meio-campista.
Caprichasse mais, o Vasco poderia tranquilamente ter marcado pelo menos mais um gol, mas não capricou nas finalizações. Uma vantagem de dois gols refletiria melhor o que se viu em campo.
No segundo tempo, inexplicavelmente o Vasco mudou de postura. Recuou demais e deu brechas ao adversário. Apesar de ter dois meias de armação e dois atacantes, o time catarinense era fraquíssimo na criação de jogadas.
Porém, na base do abafa qualquer time pode se tornar perigoso. Fernando Prass fez milagre em chute de Rafael Coelho. No rebote, porém, não deu para nossa muralha. Clodoaldo tocou no seu contra-pé e empatou o jogo. Alex Teixeira ainda teve duas grandes chances. Na última, cara a cara com Wilson, chutou em cima do goleiro adversário.
.
Em outros anos, consideraria um empate com o Figueirense em Florianópolis um resultado razoável. Hoje não. O time deles está muito mal e nossa fase não permite satisfação com nenhum resultado que não seja a vitória.
Do meio pra frente, produzimos bem mais que nos últimos jogos, mas ainda falta muita coisa para o time chegar ao ideal. Falta principalmente, manter o ritmo e a postura durante os 90 minutos. E aí não cabe desculpa de cansaço, já que estamos jogando uma vez por semana.
Algumas certezas precisam ser revistas por Dorival. A principal delas é a presença de Paulo Sérgio como titular. Sabemos que ele acabou com uma carência que tinhamos há anos na lateral-direita. Porém, seus lances não vem mais dando certo, além de andar vacilando na defesa. Fágner precisa ser testado e creio que tenha valor. Afinal, ninguém joga em uma seleção de base impunemente. O pior é que PS não só segue como titular, como bate quase todas as faltas. A maioria delas pra bem lonnge do gol.
No mais, gostei da volta de Titi, mostrando que de zagueiro estamos bem servidos. Sai um entra outro e mantém-se o nível. Ramon segue muito bem, mas precisa acreditar nos chutes. A camisa 6 da seleção ainda está vaga e se começar a marcar uns golzinhos, nosso jovem pode facilmente pegá-la.
Léo Lima foi bem enquanto teve fôlego. Cadenciou o jogo e deu belíssimos passes para os atacantes. Carlos Alberto no primeiro tempo, foi melhor que todos os nossos centroavantes. No segundo, sumiu do jogo, bem como Robinho. Com o futebol da primeira etapa, os dois podem ocupar o ataque do time, que há tempos não vem bem com Pimpão e Élton.
Agora é tirar o atraso amanhã contra o Bragantino. E que venha a vitória. Ou a derrota. Nesse momento ela é menos pior que o empate. Ficar nesse 'não trepa nem sai de cima' é a pior coisa que pode acontecer neste início de campeonato.
.
Sds vascaínas a todos!

4 comentários:

Gremista Fanático disse...

Pois é cara, o Vasco vacilou e deixou escapar uma vitoria certa, mas as coisas vão começar a se ajeitar e já amanha a vitoria virá.
abraço.
Saudações do Gremista Fanático

Almirante disse...

É Diego, também não enetndi porque o Vasco não manteve a postura. Mas calma lá com o Ramón!! Ele não pode perder um gol daqueles por falta de ambição. Poderíamos ter matado o jogo.

Amanhã temos que vencer de qualquer maneira!!!!

Papo de Mulher disse...

Está na hora do VAsco reagir.O caminho rumo a série A é longo e não se podem desperdiçar pontos.

Vinicius Grissi disse...

O Vasco tem obrigação de vencer o Bragantino. Sob pena de entrar em uma crise complicada, caso não aconteça.

É preciso somar pontos e ficar entre os primeiros colocados logo, para dar tranquilidade no trabalho.