segunda-feira, 26 de maio de 2008

Juiz maldito! Ladrão, canalha!

Normalmente não gosto de comentar arbitragem, mas hoje o texto vai ter que ser baseado na atuação de um cidadão mal-intencionado, que foi ao Engenhão com a única intenção de prejudicar o Vasco, em todos os sentidos.
Entramos em campo com um time todo reserva. Ainda assim, éramos maioria nas arquibancadas e com menos de um minuto já vencíamos. Tudo corria bem, com um ou outro susto, até os 40 minutos, quando um alvinegro se jogou de bunda na nossa área e o ladrão vestido de amarelo marcou pênalti.
Cheguei no estádio cedo e me surpreendi com a pouquíssima quantidade de botafoguenses no Engenhão. Pensei que eles fossem deixar pra chegar mais tarde, mas a torcida deles é mesmo muito pequena e foi menor que a nossa em seu próprio estádio....kkkkkk. Antes do jogo, cantávamos:
"Botafogo otário, sua torcida é pequena pra caralho" e "aha, uhu, o Engenhão é nosso"
Embalados pela torcida infalamada, nossos jogadores chegaram ao gol logo no primeiro ataque, após escanteio, que Eduardo Luiz empurrou para as redes. Silêncio na pequena torcida alvinegra no Engenhão e festa na parte cruzmaltina. Ah, só uma lembrança! Só não botamos mais gente porque nossos ingressos esgotaram, porque se deixassem íamos lotar o estádio de vocês.
Com muitos titulares, o Botafogo partiu para cima, mas só ameaçava em chutes de longe, já que a barreira defensiva formada por Lopes era intransponível. Incrível, mas até Luizão jogou bem. A melhor chance da primeira etapa foi mesmo do Vasco, quando Alan Kardec cobrou falta na trave de Renan. No rebote, o zagueiro ainda salvou gol certo do Vasco.
Em lance absurdamente criminoso, um zagueiro brucutu do Botafogo, quase partiu a perna de Jean ao meio, tirando nosso veloz atacante do jogo. Até a mãe do zagueiro o expulsaria, mas o marginal travestido de amarelo deu apenas amarelo. Vai ser ladrão assim no inferno, desgraçado!
Tentando furar o bloqueio da defesa do Vasco, Cuca sacou Abedi e colocou Jorge Henrique, que também pouco fez. Logo no primeiro lance do segundo tempo, Valmir, que fazia boa estréia, também sofreu entrada criminosa, mas o juiz safado deixou passar batido. Resultado: nosso lateral fora do jogo e o agressor em campo. Lopes foi obrigado a colocar o jovem Gallo na ala esquerda.
O Botafogo tinha mais posse de bola, mas não ameaçava. Em boa jogada, Alex Teixeira chutou na rede pelo lado de fora, tirando o grito de gol da galera. Aos 23, renato Silva perdeu gol feito, bem embaixo da trave de Roberto. Foi a única chance real de gol do Bota na partida.
Pablo, que fazia boa partida, recebeu o segundo amarelo, deixando o Vasco com um a menos. Com Lúcio Flávio e Alexsandro em campo, o Bota era só ataque, mas nada de efetivo contra a excelente barreira defensiva formada por Lopes.
Entretanto, os reservas da quarta força e favorito ao rebaixamento não podia vencer o time quase titular do Botafogo. O juizão em seu ato final, marcou um pênalti que não existiu nem aqui nem na China de Victor sobre Fábio. Aliás, o pênalti deve ter sido cometido pelo Gasparzinho, porquê Victor sequer toca no artista alvinegro, que caiu de bunda no chão. Lúcio Flávio cobrou e empatou a partida.
Ainda no seu intuito de fazer o alvinegro vencer, o juiz deu 5 minutos de acréscimo, sem nenhuma explicação. Ainda assim, o Vasco segurou o empate com sabor de derrota, visto que ainda que não tenhamos sido brilhantes ofensivamente, a defesa foi muito bem, só sendo vazada com o roubo do juiz.
A destacar a boa atuação do sistema defensivo e a boa estréia de Valmir. Alan Kardec também foi muito bem e fez duas grandes jogadas. Uma entortada no zagueiro perto da bandeirinha de córner e uma matada no peito com a bola no ar, digna de um grande centroavante.
Parabéns jovens da Colina pela garra e bom futebol demonstrados no Engenhão. Aliás, o estádio até é bonitinho, limpinho, mas ver o jogo é quase impossível. Os jogadores são um ponto distante, tamanho o espaço que separa as arquibancadas do campo. Outra coisa: pra que servem aquelas grades que ficam nas arquibancadas? Me senti um preso sem conseguir me mexer pra lado algum. Quem criou o projeto do Engenhão não devia ter muita coisa a fazer pra iventar tamanha imbecilidade.
Agora é esperar quarta-feira, com o Caldeirão certamente lotado para grande virada do Gigante da Colina. OOO. vamos virar Vascoo!
.
Falando no jogo da Copa do Brasil, acabei de voltar do Calabouço e afirmo: quem deixar pra comprar ingresso amanhã ou quarta vai ficar na mão. Em todos os pontos de venda as filas são quilométricas, mostrando a força da torcida do Vasco. Mais do que nunca tenho a certeza da virada.
Ah, justo pela demora na fila esse post vai tão atrasado. Desculpem-me.
.
Respondendo aos comentários:
Felipe - Se não fosse o juiz ladrão teríamos vencido. SV
Vinicius - Uma infelicidade do calendário, mas Deus queira ainda role a final entre Vasco e Bota.
Arthur - Os jogadores do Vasco provaram valor ontem, já os do Botafogo...
Rolablog - vamos virar, esteja certo disso. Abraço!
.
Sds vascaínas a todos!

5 comentários:

Regi disse...

Caramba Diego, foram colocados apenas 20 mil ingressos à venda!
Pelo que sei a capacidade de São Januário é de 30 mil e olha que já chegou a 40 mil torcedores em um jogo contra o Londrina.

Será que o Eurico vai embolsar a renda de 10 mil ingressos?

gerson sicca disse...

O time do Sport é aguerrido mas é fraco. O Vasco se pensar positivo pode chegar lá.

Jorge Costa disse...

20.000 ingressos é pouco para a importância do jogo. Mas de qualquer maneira a torcida do Vasco vai empurrar o time para uma grande vitória e rumo a final.
Abraços

Vinicius Grissi disse...

Engraçado, fiquei até com vontade de rever o lance do penalti. Até ter lido aqui, tive a impressão de que foi penalti sim.

De toda forma, não é o primeiro que eu vejo dizer que o Vasco foi prejudicado, mas não pelo penalti.

Agora, é concentração total na Copa do Brasil, pois o Vasco tem totais condições de reverter o placar, mas vai ser um jogo muito duro!

leonardotc2 disse...

"Até a mãe do zagueiro o expulsaria, mas o marginal travestido de amarelo deu apenas amarelo"... essa foi boa diego! huahuauha