quinta-feira, 24 de abril de 2008

Ah, é Edmundo!!

Quando todos já questionavam o desempenho de Edmundo nessa sua última passagem pelo Vasco, eis que o Animal mostrou ao que veio. Gol, dribles, belos passes e finalizações que conduziram o Vasco às quartas-de-final da Copa do Brasil, onde enfrentará o vencedor do duelo entre Juventude e Corinthians-AL.
Assim que a bola rolou, o Criciúma partiu com tudo para cima do Vasco. Apostando na velocidade de Beto e nas bolas alçadas na área, o Tigre catarinense chegou a me fazer temer pelo pior. O tempo foi passando, o gol não saiu e o time vescaíno viu que o felino não era tão feroz assim.
Algumas chances de gol foram criadas até que aos 29, Edmundo deu lindo passe para Morais que livre na frente do goleiro preferiu devolver para o Animal, que da marca do pênalti chutou por cima. Logo depois, veio o castigo. Beto fez bela jogada pela esquerda e cruzou para Jael que testou bonito para marcar o primeiro gol do Criciúma.
Seria essa mais uma atuação desinspirada do Animal? Faria falta a chance clara desperdiçada? O craque tratou de mostrar que não em grande estilo. Aos 40, Pablo cruzou da esquerda e com toda sua classe, Edmundo dominou no peito, deixou os zagueiros sentados e tocou com categoria no canto do gorducho goleiro Pedro Paulo. Golaçooo!!!
Um verdadeiro balde de água fria nas pretensões do Criciúma, que viu sua torcida se calar até o fim da primeira etapa e a vaga bastante distante, já que precisaria de pelo menos dois gols.
No retorno ao gramado, a torcida aurinegra se inflamou e empurrou o time para cima do Vasco. Com a entrada de Zulu, eram quatro os atacantes em campo. A pressão ocorria, mas de forma atabalhoada, abusando dos cruzamentos na área, que na maioria das vezes eram rechaçados pela defesa cruzmaltina. Nos contra ataques, o Vasco chegava com perigo, como aos 3 minutos com Pablo.
Para segurar o ímpeto adversário, Antônio Lopes sacou Morais e Jean para a entrada de Rodrigo Antônio e Alan Kardec. Sem jogadores de velocidade para puxar os contra ataques, a pressão do Tigre aumentava e resultou em gol aos 21, quando Zulu cabeceou e encobriu Tiago, que estava adiantado.
Logo em seguida, Leandro Bomfim teve chance clara e chutou em cima do goleiro. Apesar do incentivo da torcida do time da casa, quem acabou marcando foi o Vasco, aos 29. Edmundo deu passe genial para Wagner Diniz, que rolou para trás, nos pés de Alan Kardec que empurrou para as redes.
Classificação selada e aí foi só esperar o tempo passar. Pablo ainda apareceu na cara do gol, mas preferiu rolar para Leandro Bomfim, dando tempo para a zaga se recuperar, desperdiçando mais uma chande de gol contra a desprotegida equipe catarinese.
Fim de jogo e Vasco classificado. Foi difícil, com momentos de sufoco, mas graças a genialidade de Edmundo e o bom trabalho de Antônio Lopes hoje podemos comemorar a vaga e esperar o próximo adversário que sairá na semana que vem.
Eram 64 times no início da competição e hoje já estamos entre os oito melhores. Três etapas já foram ultrapassadas. Faltam mais três rumo a conquista inédita da Copa do Brasil. Como diz a canção:
NÃO IMPORTA ONDE VÁ, EU TE SIGO EM TODA PARTE
CADA VEZ TE AMO MAIS
VASCO, MEU VELHO AMIGO
NESSA CAMPANHA ESTAREI SEMPRE CONTIGO
TE AMAREI DE CORAÇÃO
COM A FORÇA JOVEM TU SERÁS O CAMPEÃO!!!
.
Edmundo sobrou em campo ontem. Em meio a jovens esbanjando vontade foi ele o toque de categoria. Fez aquilo que dele se espera. Foi a estrela maior da companhia em uma noite com alguns bons coadjuvantes capitaneados por um comandante inspirado.
Antônio Lopes acertou em cheio ao colocar Edmundo como centroavante. Na teoria eu achava que tinha tudo para dar errado, mas o desempenho ontem foi bastante positivo. Pontos para o treinador também pela postura do time, que não se afobou e no fim com seus gritos ele não deixou a molecada perder o foco do jogo.
Poderia criticar a retranca na segunda etapa, mas aos 66 anos não seria agora que Lopes mudaria tão particular postura. Pontos também por optar pelos jovens com R Antônio e Souza ao invés de jogadores rodados sem qualidade nenhuma.
Com Jean e Morais abertos nas laterais, dando suporte aos alas Wagner Diniz e Pablo, o time variou as jogadas e dentro da área Edmundo mostrou que o talento pode se sobressair mesmo em um curto espaço. Quando voltava para buscar jogo, atraia os zagueiros abrindo espaço para quem vinha de trás, enfiando bolas precisas.
Leandro Bomfim também se destacou dominando o meio de campo. Sou fã assumido desse jogador. Faz o simples: desarma, toca, aparece pra receber, se lança ao ataque quando necessário e cumpre um papel essencial no 3-5-2. É o responsável por fazer o elo entre a defesa e o ataque, conduzindo o time a frente. Como fez falta na primeira partida, onde Souza não foi mal, mas não cumpriu o mesmo papel tático.
Wagner Diniz fez o de sempre e Pablo também foi bem na esquerda. Hoje podemos dizer que nosso time não é mais caolho, que só joga por um lado. Depois de diversas tentativas, achamos a solução na ala esquerda com um talentoso destro.
Morais e Jean estiveram aquém do que podem render, mas têm crédito e serão ainda importantes na caminhada desta Copa do Brasil.
Só não podemos continuar bobeando nas bolas aéreas. Com duas semanas de treino até a próxima partida, Lopes deverá dar prioridade a esse tipo de jogada, visto que não podemos correr o risco de sermos eliminados em uma jogada tão manjada.
Parabéns ao Criciúma que tem um bom time e a sua torcida que deu um verdadeiro show.
Parabéns também aos vascaínos que foram ao estádio e mesmo em menor número duelaram na garganta com a torcida local. Vocês mostraram que nossa torcida é forte em qualquer canto e onde o time for lá terão apaixonados a incentivar os jogadores.
.
Leandro Imoral acertou seu retorno ao Vasco e amanhã já treina em São Januário. Maiores detalhes na sexta.
.
Respondendo aos comentários:
Aline - Um pequeno sufoco no início, mas felizmente o time não jogou encolhido. Fases finais da Copa do Brasil em maio, hein. Faz um esforço pra ir na semifinal e final, se chegarmos. Sds!
Caligula - Grandiosa atuação de Edmundo. Não sou de Santa Catarina, mas sim do Rio. Saludos!
Vinicius - Não foi fácil, mas nos classificamos e demos mais um passo nessa Copa do Brasil.
Saopaulina - Brigado pela torcida, menina. Deu certo, assim como para seu SPFC. Beijos!
Arthur - Eles correra bastante e acho que no fim de semana vão estar sim meio baqueados contra o Figueira que descansou. Boa sorte!
.
Sds vascaínas a todos!

6 comentários:

Wilson Hebert disse...

Que golaço de Edmundo! Falar o que?

O Vasco passou por ser superior, ficou comprovado lá no Heriberto.

Arthur Virgílio disse...

Que saudades de Edmundo no Figueira... faz uma falta.

Ele resolveu sozinho a parada ontem. O Jean corre muito, luta bastanta, mas é o tipico jogador cabeça de bagre. Se tivesse um pouquinho mais de cabeça formaria um trio responsa com Morais e Edmundo.

leo1984 disse...

Edmundo acabou com o jogo
Se não tivesse perdido aquele gol no primeiro tempo....

Fernando disse...

Só tenho uma palavra pra descrever o jogo que eu vi ontem "ORGULHO"... orgulho de ser vascaino...orgulho de ver o futebol do Animal... Orgulho em ver o Morais perder uma bola e correr feito loco atras dela... Orgulho por ver o Joge Luis (algumas vezes criticado por mim) no momento que precisou deu uma de Odvan e outras (não tão belas quanto) de Mauro Galvão... orgulho do menino Pablo que arrebentou ontem também...enfim, o time todo.,.. aki em são paulo está td mundo dizendo que o Palmeiras será o campeão, mas se nosso Vasco jogar como ontem, não tem pra ninguem !!!

Orgulho de ser Vascaino !!!

AFlavis disse...

Esse Edmundo é um animal mesmo. Agora não mais aquela fera briguenta, mas sim, o animal mais habilidoso que existe. Gente, o primeiro gol foi de uma calma e de habilidade.. Não é pra qualquer um não.

Beijos

Vinicius Grissi disse...

Bela partida realmente do Edmundo. Golaço!!!

E sobre o Leandro Amaral, o Marcação Cerrada falou a respeito. Depois dá uma passada lá.
Abraço!