segunda-feira, 3 de dezembro de 2007

Bela despedida!

Bela despedida do ano de 2007 nos proporcionaram os jogadores na tarde de ontem. Uma vitória maiúscula sobre o rebaixado Paraná, com uma grande atuação de todos. Em momento nenhum faltou garra, mesmo após os três gols. No fim, nossos atletas foram ao centro do gramado aplaudir e serem aplaudidos pela grande torcida, que mesmo após o fim do jogo se manteve em São Januário.
É fato que o trabalho do Vasco ficou muito mais facilitado pela expulsão de Everton, logo aos 6 minutos. Como os outros resultados estavam sendo favoráveis, o Paraná se empolgou e até chegou a ameaçar. Mesmo sem forçar muito, o Vasco criou chances, bem defendidas pelo goleiro Gabriel. Em uma delas, ele fez malabarismo após cabeçada de Alan Kardec. Para aumentar o poder de fogo, Espinosa tirou Amaral, colocando o ídolo Conca, para explosão da galera.
O primeiro tempo acabou mesmo em 0 a 0 e a torcida esperava por uma melhor exibição na segunda etapa.
O time correspondeu e foi ofensivo desde o início. Foram criadas chances atrás de chances e o gol acabou saindo em belo chute de canhota de Morais. Leandro Amaral, o melhor atacante do Brasil, marcou mais duas vezes fechando com chave de ouro seu belo ano. A torcida enlouquecida gritou: “O,ooooooooo...Fica Leandroo!!!”
Fato é que tanto ele quanto Conca, ficando ou não, sempre honraram nossa camisa. Ontem o argentino deu até carrinho, lutou, brigou, mostrando grande respeito pelo clube e pela torcida.
Muitos foram os destaques do jogo de ontem. Gostei muitíssimo do Leandro Bonfim como segundo volante. Jogou muito. Desarmou, passou, correu, lançou...Podemos ter achado o CARA da posição. Thiaguinho também jogou bem, sem querer inventar, o que é fundamental em sua posição. Enfim, o nosso meio de campo foi digno de elogios.
Na defesa, muita seriedade. Cássio foi bem quando exigido. Wagner jogou o de sempre, avançando muito. Luisão tirou uma bola em cima da linha e foi firme nos desarmes, assim como Vilson.
Guilherme merece uma análise à parte. O garoto apareceu bem, correu, driblou, mas errou nas finalizações. Por isso, foi xingado por alguns. Um grande erro, pois vejo nele grande potencial e sua atuação ontem foi muito boa.
Alan Kardec mostrou mais uma vez que é a melhor opção no grupo para jogar ao lado de Leandro. Esse ano foi de aprendizado para ele e creio que em 2008 poderá nos dar muitas alegrias.
Leandro dispensa apresentações. Mais uma vez jogou muito. Correu, cruzou, finalizou. Dois gols de categoria, que fizeram a alegria da torcida. Os pedidos pela permanência ecoaram pela Colina e fica a esperança de sua permanência. Porém, faço uma ressalva.
Independente de Leandro Amaral e de Conca, o Vasco seguirá. Forte como sempre, mantendo sua sina de lutar por grandes vitórias e conquistas. Bons jogadores chegarão, sairão e marcarão seu nome na história. Os dois fizeram bem seus papéis e terão sempre o respeito deste que vos escreve e da grande maioria da torcida vascaína.
Não posso deixar de destacar a festa pela queda do Corinthians. Fogos, buzinaços e gritos pelas ruas do bairro Vasco da Gama. O Vasco começou a enterrar e o Grêmio jogou a última pá sobre o defunto. Grito da torcida após o jogo:
“Arerê, o Corinthians vai jogar na Série B!!”
Chupaaa, Vampeta!!!!
.
Sds vascaínas a todos!

5 comentários:

Vinicius Grissi disse...

Vitória fácil. Poderia ter sido muito mais, realmente. O Vasco tem alguns jogadores interessantes para o ano que vem, porém a maioria deles não deve ficar. Wágner Diniz, Leandro Amaral e Conca são eles.

Klaus disse...

Belíssima!! Glorificou o maravilhoso ano de Leandro Amaral. Pergunto-lhe novamente: vai ou fica?? Vasco pecou no 2º turno, o que acarretou apenas a classificação na Sulamericana. Golaço do Morais, hein??

Abração, Diego!! Passa lá no meu!!

Glorioso Alvinegro (www.gloriosoalvinegro.blogger.com.br)

gerson sicca disse...

O Vasco liquidou de vez o Corinthians na quarta-feira, pra desespero da globo. ´
Diego, o Brasil de Pelotas tem a torcida mais fanática do Rio Grande do Sul. É a maior torcida dos times do interior, muito, mas muito maior do q a pequena torcida do Juventude. Ontem foi triste a derrota.
O mais impressionante é q é um time com extremas dificuldades financeiras, mas todos mundo q joga lá sai dizendo q é um privilégio vestir a camisa do clube, tamanha a devoção.
O Brasil tem um episódio conhecido dos cariocas com mais de trinta anos. O Brasil ganhou do flamengo em 84 e 85. Em 85 tirou o flamengo da semifinal do brasileiro, em um jogo espetacular em pelotas.

snoopy disse...

vcs têm que fazer o possível e o impossível para manter o leandro amaral no vasco. o torcedor em geral não pode aceitar uma saída de um jogador identificado com a torcida para um rival, como está fazendo o dodô, por exemplo.
é óbvio que, pelo talento dele, gostaria de ver o leandro no botafogo, mas e o que ele plantou no vasco? isso tem que acabar no futebol e acho que a torcida tem grande papel nisso.

"chupa vampeta!!!"

saudações botafoguenses!!!

Vinicius Gonçalves disse...

É Diego...também acho que mesmo sem Leandro e Conca o Vasco seguirá...

Só resta saber de que jeito seguirá...

Estou apreensivo até que o futuro deles se confirme!

Abraços